Início / Notícias / Mês de valorização à vida: Vereadores participam da abertura da programação do Setembro Amarelo em Brasileia

Mês de valorização à vida: Vereadores participam da abertura da programação do Setembro Amarelo em Brasileia

Mês de valorização à vida: Vereadores participam da abertura da programação do Setembro Amarelo em Brasileia

O Presidente da Câmara Municipal, Rogério Pontes(MDB), acompanhado do Vereador e Líder da Prefeita na Câmara, Edu Queiroz (PT), Vereador e 2°Secretário da Mesa Diretora, Rozevete Honorato(PSB), e o Vereador, Antônio Francisco(PT). Participaram da abertura da programação do Setembro Amarelo, na quarta-feira,04, na Praça central da cidade Hugo Poli.

Participaram ainda, Prefeita Fernanda Hassem, Servidores Municipais, estudantes das rede municipal e estadual, CRAS e CREAS.

Ação é desenvolvida pela Prefeitura de Brasileia em parceria com o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), que tem como Coordenadora administrativa, Marinete Mesquita, que conta ainda com o apoio do Projeto de Jovens Estudantes, PAS (Projeto de Alta Ajuda Social), Coletivo Bocudas e do Ministério Público do Acre.

O município aderiu à campanha Setembro Amarelo, mês de valorização à vida, onde vem se olhando mais afinco, a questão do problema que está sendo considerado o mal do século, que é a depressão, onde o alvo principal está sendo os jovens que as vezes, chegam ao extremo praticando mutilação e ao suicídio.

Durante o evento, aconteceu palestras de pessoas que passaram por depressão profunda ao ponto de querer tirar sua vida, ou realizar mutilações pelo corpo. A Secretaria de Saúde do Município de Brasileia, através do CAPS, vem realizando uma grande campanha de prevenção e quem precisar, poderá procurar o órgão, onde tem profissionais na área que poderá ajudar.

Veja o que disseram

Vereador Presidente, Rogério Pontes(MDB)

“A Câmara de vereador está junto com a prefeitura para fortalecer as ações de preservação a vida das famílias da nossa juventude que tanto tem sofrido com o mal da depressão, me coloco a disposição para ajudar nossa população que precisa do nosso apoio. Parabenizamos a prefeita Fernanda Hassem por essa ação que com certeza traz grandes benefícios para a população de Brasileia”, Destacou

Perfeita, Fernanda Hassem

“Eu quero agradecer toda nossa equipe do CAPS em nome da Marinete, a Secretária de Saúde, na pessoa do secretário Borges e todos os parceiros e sobretudo as escolas, o poder público precisa dialogar com a sociedade, em 2019 tivemos estatísticas muito cruéis, onde jovens perderam suas vidas, temos casos crescentes de fuzilamento e depressão, e precisamos tratar isso como uma doença. Quero cumprimentar as meninas do projeto bocudas que também tenta falar com todas as classes e ter essa diversidade, o poder público precisa dialogar, está próximo das pessoas e fazer esse despertar nas famílias e na sociedade”, Enfatizou.

Coordenadora do CAPS, Marinete Mesquita

“Brasileia mais uma vez trabalhando com efetividade a campanha de valorização a vida, e com respaldo que nós reunimos aqui para falarmos sobre suicídio, prevenção e conscientização, estamos lado a lado com a população buscando uma política de inclusão, hoje trazemos para o meio social essa campanha para ser um grito para que as pessoas abracem essa causa que é tão importante para nossa população”, Disse.

Jovem Idealizador do Projeto PAS, Edivan Caetano

“Sabendo que a comunidade jovem tem dificuldades para se abrir com seus pais ou adultos, o PAS, vem pra dar apoio, para incentivar, fazendo uma espécie de ponte entre jovens e o psicólogo, o CAPS, todos os ramos que atuam nas questões psicológicas como nas motivacional”, Destacou.

Vereador e Líder da Prefeita na Câmara, Edu Queiroz(PT)

“Primeiro lugar quero parabenizar a prefeita Fernanda e a atitude da Câmara de estar participando da atividade do Setembro amarelo que é de combate ao suicídio, sabemos que esse problema precisa ser combatido, e a prefeita Fernanda juntamente com a Câmara atividade de extrema importância para a população de Brasileia”, Disse.

 Projeto PAS, Laura Lopes

“O coletivo Paz é um projeto que o idealizador é um aluno do ensino integral da KJK juntamente com a nossa equipe. Resolvemos criar esse projeto por acreditar que o jovem precisa dialogar com o jovem, principalmente sobre a questão da pressão que já tirou a vida de vários jovens, inclusive um do KJK, o projeto envolve a comunidade e principalmente a juventude do Kairala que vem passando por algumas situações e foi por isso que criamos esse coletivo.  Conta com parcerias como a prefeitura de Brasileia e CAPS, o nosso objetivo é conscientizar a juventude sobre a depressão”, Destacou.

ASCOM/Fernando Oliveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *